CAÇAPAVA DO SUL, RS, BRASIL.

"na Serra do Sudeste, com o Pampa na garupa"

Forte Dom Pedro II com Igreja Matriz ao fundo - Caçapava do Sul

Foto: Claudio Escouto

Caçapava do Sul

Com aproximadamente 33.600 habitantes, Caçapava do Sul é um recanto bem situado num grande entroncamento rodoviário do estado do Rio Grande do Sul e Mercosul, esbanjando charme e tranquilidade, rodeada por paisagens exuberantes e natureza intocada. Em seus 189 anos de idade, a cidade que é considerada o portal do pampa e expressa sua herança gaúcha na gastronomia, em festivais culturais tradicionais e no estilo de vida.

 

Destacam-se na cidade a mineração com extração de calcário, o turismo rural junto ao agronegócio e agricultura, além de grandes plantações de oliveiras que produzem azeites premiados no cenário internacional. Seu turismo em ascensão, recebe pessoas todos os cantos do mundo e do país, sendo por muitos anos a sede do Festival Chimangos de folclore, da etapa do Torneio Estadual de Rodeio, entre outros eventos culturais de expressão. Também é palco para o geoturismo, turismo rural, ufológico, científico, montanhismo entre outros esportes na natureza.

 

Abrigando 2 parques naturais municipais em sua extensão: Pedra do Segredo e Cascata do Salso  que no ano de 2021 recebeu o status de unidade de conservação, abrigando fragmentos de mata atântica. Abriga com prestígio a Universidade Federal do Pampa – campus de ciências da Terra, recebendo o título de Capital Gaúcha da Geodiversidade e o projeto de Aspirante Geoparque Caçapava junto a Unesco. Com monumentos históricos preservados como a Igreja Matriz construída em 1815, o Forte D. Pedro II tombado pelo IPHAN – Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, compõe o PAC das cidades históricas junto a 12 outras prefeituras da região, entre outros locais como a casa de nascimento de Borges de Medeiros, e a Casa dos Ministérios.

Não conhece Caçapava do Sul ainda?  

Entre em contato e agende sua hospedagem inesquecível!

História de Caçapava do Sul

Importantes acontecimentos na evolução do estado do Rio Grande do Sul e nas delimitações fronteiriças do Brasil estão descritos na história de Caçapava do Sul. Habitada pelos povos originários Charrua, Minuano e Guarani, com a expansão da colonização européia, batalhas iminentes ocorreram na região, deixando uma herança cultural no pampa uruguaio, argentino e brasileiro. Registros interpretam que há 2.000 anos os povos Guaranis referiam-se a região como Ka’assapava, que significa “clareira na mata''. Esta é a origem do nome da cidade de Caçapava do Sul. 

 

Em 1777 para fixar a nova fronteira de Portugal ocorreu a ocupação militar num ponto estratégico da época, para impedir a invasão dos Espanhóis. Dessa forma os primeiros povoados foram fundados, passando ao status de vila em 25 de outubro de 1831.

 

A cidade abrigou eventos de grande destaque, como uma guarnição do exército imperial em meados do século XIX com a passagem de Dom Pedro II; a construção do Forte que se destaca por ser a única fortificação remanescente do estado do Rio Grande do Sul e por fim, seu reconhecimento pela participação crucial na Revolução Farroupilha, quando tornou-se a 2º Capital Farroupilha Rio Grandense entre 1839 e 1840.

Foto aérea Forte Dom Pedro II - Caçapava do Sul
Igreja Matriz - Caçapava do Sul

Foto: Farrapo/reprodução